• M11 Marketing Assessoria de Imprensa

MULHERES GOSTAM DE SEXO MESMO APÓS OS 60


Quebrando preconceitos e crenças, mulheres com mais de 60 anos querem viver sua sexualidade com leveza


“Pessoas idosas não pensam e nem vivem o sexo. Isso é coisa de jovens”. Até alguns anos atrás, esses pensamentos podiam até ser parte do senso comum, mas nunca se comprovou que isso fosse realmente verdade. Atualmente, muitas mulheres mais velhas têm admitido sua sexualidade mais aflorada, e com isso firmam seu papel e suas escolhas.


Pesquisa realizada na Universidade Federal da Paraíba em 2016 já apontava que os idosos tinham a percepção de que a sociedade como um todo considerava que eles não pensavam em sexo e, muito menos, faziam sexo.

Betth Ripolli - Foto: Divulgação
Betth Ripolli - Foto: Divulgação

As três pesquisadoras, Kai Francis Vieira, Maria da Penha Coutinho e Evelyn Saraiva, entrevistaram os idosos frequentadores de um grupo de convivência em João Pessoa para estabelecer a representação social dos mesmos sobre a sexualidade.


Os resultados do estudo apontaram que a sexualidade é um elemento essencial para uma boa qualidade de vida na velhice, mesmo que a sociedade perceba esse período da vida ligado muito mais a perdas do que ganhos, contribuindo para os estereótipos e preconceitos em relação aos idosos.


Estereótipo que passa bem longe da pianista e palestrante paulista Betth Ripolli. Atualmente com 70 anos, Betth conta que depois de dois casamentos, em paz com sua solitude aos 64 deixou de ser “invisível”, como se sentia casada! “Depois da separação, nunca fui tão paquerada! Imagine o que é ser paquerada aos 70 anos? Uma delícia”, comenta ela.




E Betth não está sozinha. Muitas mulheres maduras têm descoberto as alegrias de uma vida sexual saudável, graças principalmente às novas tecnologias em saúde.


Com a velhice, muitos hormônios caem de produção no organismo e várias mudanças ocorrem no corpo, tanto feminino quanto masculino. Mas novas drogas e produtos podem trazer homens e mulheres de volta à visibilidade sexual. Betth Ripolli que o diga: “Nunca minha autoestima esteve tão em alta ao me sentir desejável e me sentindo muito valorizada como mulher! A vida sexual não tem prazo de validade”, completa.


Sobre Betth Ripolli - Pianista, Palestrante Motivacional com banda ao vivo, com 5 CDs gravados. Empresária, idealizadora da Harmonia Eventos Musicais e Comunicadora no programa Sintonia – AllTV -1ª TV por internet do Brasil (ONLINE – ao vivo), desde 2014.

Traz toda a sua alegria e versatilidade como Escritora. É autora dos livros A AUTOCONFIANÇA, OXIGÊNIO DA VIDA (2016) e #ATITUDEÉTUDO (2019) e coautora nos livros: Bem Viva de Corpo e Alma (2021), Histórias Inspiradoras para Mulheres que Desejam se Reinventar (2017) e Deep Summer - Beleza Poder e Liberdade do 10º Congresso Científico Internacional de Estética e Cosmetologia - CCIEC da Beauty Fair & SPA (2015). Atua também como ghostwriter.

É membro do GRUPO MULHERES DO BRASIL - Comitê Vozes e do Grupo Ictus – ramo da Antroposofia, desde 1991.

É Graduada em Filosofia, Ciências & Letras, formada pelo Conservatório Dramático e Musical de Piracicaba e CLAM – Centro Livre de Aprendizagem Musical do Zimbo Trio em São Paulo.

Serviço:

Contato pelo site, email betthripolli@betthripolli.com.br e whatsapp 11 98263-6330


------

Assessoria de Imprensa e Comunicação: M11 Marketing imprensa@m11marketing.com.br ; www.m11marketing.com.br



2 views0 comments

Recent Posts

See All